terça-feira, 15 de outubro de 2013

Capítulo 79 - Em Seus Braços



-Continuamos nos beijando, até o ar nos faltar. Mas quem disse que paramos? Até mesmo sem oxigênio conseguíamos nos beijar. Como eu sentia falta de seus beijos, 5 meses. 5 MESES-

-Passei meus dedos pelos seus fios de cabelo e os puxei com força para mostrar o quanto eu senti sua falta e o quanto eu o desejo naquele momento. Deus, que loucura, a alguns minutos estávamos conversando e agora estamos nos agarrando no meio da minha cozinha, eu encima da bancada e ele entre as minhas pernas passando as mãos pelas minhas coxas de um jeito provocativo-

JB: Vamos para sala *disse abafado com o rosto no meu pescoço*
Você: Não, vamos ficar aqui. Meus pais tomam remédio para dormir mas nunca se sabe.
JB: Aqui? Nunca transamos na sua cozinha. *disse sorrindo*
Você: Tudo tem a primeira vez. *disse o puxando para mim*

-Envolvi minhas pernas envolta de sua cintura e o puxei mais para mim. Suas mãos foram direto para a minha blusa a atirando em algum canto da cozinha e logo depois deslizou as mesmas pelas minhas costas. Arranhei seu peito e deslizei minhas mãos pelo cós de sua bermuda a puxando um pouco. Suas mãos foram direto pro fecho do meu sutiã o tirando e jogando junto com as outras peças espalhadas pela cozinha. Ele direcionou as mesmas para meus seios desnudos e os apertou com força me fazendo arfar durante o beijo-

-Ele me empurrou fazendo com que me deitasse encima da bancada da cozinha, e apoiei-me em meus cotovelos para poder ver o que ele faria. Justin abandonou meus lábios e passou para meu pescoço o chupando e passando a língua pelo local e de vez em quando dando leves mordidas fazendo com que puxasse eu cabelo com força. Ele desceu seus lábios e começou a beijar entre meus seios os ignorando completamente, e foi direto para minha barriga dando mordidas e passando vagarosamente a língua pela mesma me causando grandes arrepios-

-Seus beijos passaram pelas minhas coxas e panturrilha, subindo de novo para minhas coxas. Jesus, ele estava me deixando maluca. Ele retirou lentamente minha calcinha, ergui meu corpo para facilitar e logo a peça se juntou com as outras. Não demorou muito para sentir sua língua tocar meus clitóris fazendo com que eu erguesse o corpo e segurar seu cabelo com força. Ele dera beijos molhados por volta da minha intimidade fazendo-me arfar e puxar com mais força seus fios de cabelo. Logo sentir sua língua me invadir por completo e não aguentei e soltei um gemido alto de satisfação. Ele fazia movimentos circulares com a língua e dava longos chupões o que me fazia ir no céu e depois volta a terra. Não conseguia controlar meu gemidos, eles saiam de minha boca sem eu perceber. E tudo piorou quando ele me penetrou com um dedo fazendo leves movimentos de vai e vem. Esse filho da mãe querendo me torturar e ver implorando por mais-

-Puxei com mais força seus fios de cabelo para mostrar o quanto estava sendo maravilhoso tudo isso. Ele logo entendeu meu pedido e me penetrou com outro dedo e continuou fazendo movimentos com a língua. Ele colocou minha perna direita encima de seu ombro para ter melhor acesso a minha intimidade. Sua língua foi substituída pelo seu dedão e logo senti seus lábios nos meus. Estava com meus olhos fechados contemplando a maravilhosa sensação de prazer que ele estará me proporcionando. Agarrei seus cabelos com força e retribuindo ao beijo da mesma intensidade. Ele me surpreendeu enlaçando minhas pernas envolta de sua cintura e me pegando no colo. Ele sobe as escadas beijando e mordendo meu pescoço enquanto seguro seu cabelo com força-

JB: Seus pais não vão acordar, né? *sussurra*
Você: Não. Eles tomam remédio para dormir.
JB: Maravilha.

-Passamos pela porta do meu quarto e Justin logo tratou de fechar a mesma com o pé fazendo um barulho estrondoso. Ele me jogou na cama sem nenhuma delicadeza e logo estava por cima de mim apertando meus seios com força e chupando meu pescoço. To vendo que amanhã terei que usar camisa de gola alta. Tratei de mudar as posições e ficando por cima. Comecei e rebolar lentamente encima de seu colo o fazendo apertar minha cintura e seio com força, com certeza ficarei com uma enorme marca-

-Arranhei lentamente seu peito deixando uma trilha com as minhas unhas e logo cheguei em seu membro o apertando por cima da cueca o fazendo apertar a minha bunda. Retirei sua boxer lentamente passando minhas unhas pelas suas coxas até retirar completamente a mesma e a jogar no chão do quarto. Peguei seu membro em minhas mãos e comecei a fazer leves movimentos de vai e vem. Abaixei-me e passeia a língua por toda a extensão de seu pênis. Dei leves beijos em torno do mesmo e depois dei uma longa lambida recebendo em troca um belo puxão de cabelo. Chupei sua glande e fui o colocando lentamente em minha boca fazendo movimentos circulares com a língua e dando leves mordidas. Arrastei lentamente meus dentes por toda sua extensão e depois o abocanhei e o chupei com força. Justin gemeu alto e segurou meus cabelo fazendo um rabo de cabelo e me ajudou com os movimentos. Passei a chupar seus testículos enquanto o punhetava. Voltei de novo a atenção ao seu membro enquanto massageava suas bolas. Suas veias já eram bem visíveis e parei antes que ele se libertasse em minha boca. Passei minha língua pelo seu tronco até chegar a sua boca e dando uma mordida em seu lábio inferior. Justin segurou minha cintura me ajudando a encaixar-me em seu membro. Assim que estava posicionado em minha entrada, desci com tudo soltando um gemido alto e escutando uma arfada da parte de Justin. Espalmei minhas mãos em seu peito e comecei a rebolar. Suas mãos estavam em minhas nádegas me ajudando com os movimentos, logo comecei a subir e descer lentamente. Abaixei-me e comecei e beijar seu pescoço e arranhar seu peito quando ele começou a aumentar a velocidade das entocadas. Voltei a ficar com o tronco ereto e joguei minha cabeça para trás gemendo enquanto ele ia fundo em suas entocadas. Do nada ele segurou firme em minha cintura e me colocou de bruços-

JB: Fica de quatro. *ordena dando um tapa em minha bunda*

-Obedeço imediatamente e empino minha bunda ficando de quatro. Olho por cima do meu ombro e vejo Justin acariciando minha bunda e logo em seguida dando um forte tapa na mesma. Gemi alto com tal ato e logo senti sua língua em minha intimidade enquanto ele mesmo de punhetava. Comecei a rebolar em sua boca apertando os lençóis da cama com força. Logo sua boca abandonou minha intimidade e recebi outro tapa na nádega direito, não deu para pensar muito porque ele logo me invadiu com força fazendo com que meu corpo fosse para frente. Ele segurou em minha cintura fazendo com que eu fique no mesmo lugar e começou e entocar com força. O barulho de nossos corpos se chocando era e de nossos gemidos era algo inacreditável. Eu diria que até os vizinhos poderiam escutar. Ao longo das entocadas recebi vários tapas na bunda-

-Justin parou com seus movimentos e me puxou pelo braço fazendo com que minhas costas batesse em seu peito nu. Ele passou o braço envolta de minha cintura e a outra foi para minha intimidade me estimulando. Tombei a cabeça pra trás apoiando em seu ombro, ele aproveitou o momento e começou a sugar meu pescoço com força. Logo ele me empurrou na cama fazendo com que eu batesse a cabeça nos travesseiros e logo estava encima de mim me penetrando novamente com as entocadas fortes e rápidas. Enlacei minhas pernas envolta de sua cintura e arranhei suas costas com força. Ele abaixou a cabeça e começou a chupar meus seios e os apertar. Estava chegando ao meu ápice e Justin não estava muito diferente de mim. Ele enterrou seu rosto na curvatura do meu pescoço e soltou um longo gemido e logo o sentir se libertar dentro de mim. Depois de algumas entocadas cheguei ao meu ápice, me entregando aquela sensação maravilhosa. Abracei seu corpo com força tentando normalizar minha respiração. Ele ainda estava dentro de mim. Ele levantou sua cabeça do meu pescoço e tirou os fios de cabelos que estavam grudados na minha testa-

JB: Te machuquei?
Você: Não. Esta tudo sim. *sorri sincera*
JB: Eu te amo. *disse encostando sua testa na minha*
Você: Eu também te amo. Muito. *disse com os olhos fechados* Me desculpa por tudo, serio...
JB: Shh... *disse colocando o dedo indicador no meu lábio* Não vamos falar sobre isso. Por favor, vamos aproveitar o momento.
Você: Quero aproveitar cada momento ao seu lado. Cada hora, minutos, segundos...Tudo.

-Ele deu um sorriso lindo, o sorriso que eu mais amo e me deu um selinho demorado e logo saiu dentro de mim e se deitou ao meu lado. Ele me puxou para seu peito e logo puxou o lençol para nos cobrir. Ficamos alguns minutos em silencio escutando apenas a respiração do outro. Virei ficando com o queixo encima de seu peito e olhando em seus olhos. Justin estava com os olhos fechados e com meu ato ele logo abriu e deu um pequeno sorriso e começou acariciar minha bochecha-

JB: Eu sabia que uma hora isso iria acontecer. *sussurrou acariciando minha bochecha*
Você: Acontecer o que?
JB: Que uma hora ou outra eu ia voltar pros seus braços porque meu coração é seu.
Você: Eu pensei que tinha te perdido pra sempre
JB: Você nunca vai me perder Fernanda...
Você: Espero que não... *suspirei*
JB: Fomos destinados a ficar um com o outro...
Você: Espero que sim.

-Aconcheguei-me em seu peito e respirei fundo. Ainda não acredito que ele esta em meus braços. Eu passei os piores meses de toda a minha vida longe dele, e vou fazer de tudo para ele não sair mais daqui. Porque aqui é o lugar dele-

-Mas aí eu pensei em uma coisa...E Selena? O que acontecerá com ela? Será que o Justin vai terminar tudo e explicar a situação? Estou me sentindo mal, por ela passar por isso. Eu sei que ela ama o Justin, então não merecia passar por isso. Mas eu não posso evitar, Justin nasceu pra mim e eu pra ele. Pode parecer meio que egoísmo da minha parte, mas eu não quero o dividir com ninguém, ainda mais com Selena que foi sua ex (espero) namorada-

Você: Justin...?
JB: Hm?
Você: E a Selena?
JB: Jura que você quer fala dela? Logo agora?
Você: Eu estou me sentindo culpada em relação a ela. A coitada não merece passar por isso...
JB: Você se arrepende do que acabamos de fazer?
Você: Não. *disse levantando minha cabeça* Claro que não. Só estou falando que eu não desejaria isso pra ninguém, ainda mais ela que é uma ótima menina.
JB: Eu vou resolver isso assim quando eu voltar pra Califórnia.
Você: Vai embora quando? *perguntei baixo*
JB: Daqui a dois dias. 

-Suspirei. Ficarei poucos dias com ele, então terei que aproveitar o Maximo possível-

Você: Não pode ficar mais alguns dias não?
JB: Não posso. Estou em Turner, lembra?
Você: Ah sim... *disse triste*
JB: Ei *disse levantando meu rosto* Você quer passar a Turner comigo?
Você: Eu não posso. Tenho trabalho.
JB: Ah, é mesmo. *disse triste*
Você: Mas podemos dar um jeito! *disse sorrindo*
JB: Sério?
Você: Aham. Irei ver ok?
JB: Tudo bem. Agora vamos dormir, porque você acabou comigo!
Você: Eu? Jura?
JB: Sim, você! Agora vai dormir.

-Sorri e lhe dei um selinho antes de fechar os olhos e não demorei muito para pegar no sono-

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Amor acompanha minha imagine belieber? Se já pedi, desculpe... imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br

      Excluir
  2. Respostas
    1. Amor acompanha minha imagine belieber? Se já pedi, desculpe... imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br

      Excluir
  3. Oi,gostei muito do seu imagine,você escreve muito bem,gostei muito!!Continuaa!!


    Se não se importar,você poderia divulgar o meu imagine??

    http://imaginebelieberhotjerrydelicia.blogspot.com.br/
    http://imaginebelieberhotjerrydelicia.blogspot.com.br/
    http://imaginebelieberhotjerrydelicia.blogspot.com.br/
    http://imaginebelieberhotjerrydelicia.blogspot.com.br/
    http://imaginebelieberhotjerrydelicia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor acompanha minha imagine belieber? Se já pedi, desculpe... imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br

      Excluir
  4. Pai amadooo continuua pfv... perfeição cara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor acompanha minha imagine belieber? Se já pedi, desculpe... imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br

      Excluir
  5. Coooooooontinuaaaaaaaaaa, ainn vo mooooooorrer continua ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor acompanha minha imagine belieber? Se já pedi, desculpe... imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br

      Excluir